Log-in:
(?)
> > > Custos Invisíveis na Organização do Casamento

Custos Invisíveis na Organização do Casamento

Sua Avaliação: (?)
5
Votos: 4
Pontos: 5

Conheça algumas despesas ocultas que podem comprometer o orçamento final dos noivos

No decorrer da organização do casamento, ou após, podem surgir custos que estavam ocultos até então, mas que têm potencial para comprometer o orçamento dos noivos. Confira 8 deles

Cuidado com os gastos ocultos do orçamento!Os custos invisíveis são aquelas despesas que não foram pensadas ou foram desprezadas na definição do orçamento do casamento, mas que, no final, acabam representando uma parcela importante dos gastos. O problema é que, muitas vezes, essas despesas ocultas acabam comprometendo outros itens da organização e até mesmo desestabilizando as finanças dos noivos. O Guia separou oito dessas despesas que costumam ficar ocultas na previsão de gastos inicial dos nubentes.

1. Convidados inesperados

Não tem muito jeito. Por mais que você tente confirmar a presença de todos os convidados - ou mesmo contrate um serviço de RSVP profissional -, raramente o número de pessoas esperadas irá bater com os que, efetivamente, comparecerão no dia. Na hora sempre aparece um que não havia confirmado, outro que trouxe um acompanhante imprevisto ou mesmo alguém que você não "lembrou" de convidar, como um parente que estava “passando pela cidade” no dia do evento. Calcular a presença “por baixo” pode ser perigoso. Na dúvida, coloque uma margem de 10 a 20% de convidados acima do calculado pelo RSVP, para evitar o pagamento de convidados extras depois do evento.

2. Documentos e taxas extras

Você acha que basta colocar o valor do Casamento Civil no seu orçamento. Então, no dia de dar entrada nos papeis, descobre que deverá pagar cópias de documentos, autenticações, vias extras etc. Ou, na hora de programar a viagem de lua de mel, lembra que precisará de um novo passaporte, declarações, vacinas, etc. Por isso, é bom ver, desde o início, se todos os documentos necessários estão prontos, evitando despesas inesperadas com a papelada do casamento.

3. Despesas postais, transporte pessoal ou frete

Muitas vezes, a "logística" do casamento acaba saindo bem mais cara que você imaginava. Pagar motoboy / serviço de entrega para trazerem o bolo ou uma peça da decoração, pelo transporte de convidados especiais (taxi, van, etc.), ou pelo envio de convites e até mesmo lembrancinhas pelos correios, podem se tornar gastos ocultos importantes na hora do fechamento das contas do casal.

4. Saúde e beleza

Sim, cuidados especiais com a forma e a saúde precisam aparecer na lista de gastos do casamento, seja uma dieta especial, um programa de exercícios extra, com direito a academia e personal trainer, ou tratamentos de beleza como esteticista ou dentista (odontologia cosmética).

5. Refeições dos fornecedores

Converse com sua assessora de casamento ou diretamente com o serviço de buffet sobre se, como e quando serão servidas refeições para os profissionais contratados para o dia do casamento, como fotógrafos, cinegrafistas, celebrante, animadores, ajudantes, etc. e, principalmente, quem arcará com essa despesa.

6. Alterações no vestido de noiva

Muitas vezes, vestido de noiva feito com muita antecedência, comprado pronto (usados, loja física ou virtual, etc.) ou mudanças no corpo da noiva ocorridas durante os preparativos irão demandar ajustes no traje. Esse serviço precisará ser feito por profissionais e, claro, terá custo. Não esqueça de contabilizá-lo.

7. Acessórios e roupas íntimas da noiva

Além do vestido, todos os acessórios e peças especiais do grande dia precisam ser orçados, se já não constarem do preço final do vestido, como o buquê, véu, sapato, luvas, tiara e até roupas íntimas (meias-calças, cintas modeladoras etc.).

8. Horas extras

Algo que precisa ser acertado com antecedência, de preferência durante a contratação, para que fique especificado no contrato, são as regras das horas extras de serviços como aluguel do espaço, músicos, fotógrafos e garçons. O ideal é tentar seguir os horários contratados, já que horas extras costumam ser mais caras. Além disso, muitos profissionais não têm disponibilidade para ficar um tempo a mais no evento, por terem outros compromissos no mesmo dia.

Mas como imprevistos (quase) sempre acontecem, o importante é tentar se prevenir ao menos para os mais comuns. Portanto, faça uma reserva financeira estratégica para arcar com eventuais custos invisíveis do casamento e pense sempre no seu orçamento de forma sustentável, com despesas que cabem no bolso do casal, não esquecendo da vida a dois que vem logo em seguida.Confira também essas 12 dicas para contornar situações imprevistas no Grande Dia.

Guia de Casamento

© Todos os direitos reservados

Multicotação
Publicidade


Compartilhe: