Log-in:
(?)
> > > 9 Dicas para Organizar um Casamento Simples

9 Dicas para Organizar um Casamento Simples

Veja como realizar sua cerimônia e festa com simplicidade e economia

Confira 9 dicas que o Guia separou para os noivos que desejam realizar um casamento simples, com os elementos mínimos, porém fundamentais para tornar a data especial, mesmo de forma econômica

Dicas para realizar um casamento simplesComo vimos na matéria anterior, casamento simples é um estilo de evento que apresenta os elementos considerados fundamentais para a realização da união do casal e recepção, de forma reduzida, mas que tornam o momento especial para os noivos e convidados. Agora confira 9 dicas para realizar um casamento simples, com opções mais econômicas, mas que não deixarão a desejar no quesito "romantismo":

1. Cerimônia e Festa - Com relação à cerimônia, a simplicidade vai se manifestar através de um evento intimista, sem muita pompa ou marcação, até mesmo informal. Pode ser realizado por um líder religioso (padre, pastor, rabino, etc.) ou por um celebrante, numa cerimônia ecumênica. A festa também dispensa muita badalação. Pode ser uma pequena recepção onde será servido um buffet prático, seguido por uma confraternização mais comedida, de curta duração.

2. Buffet - Dois estilos de serviço de buffet se destacam em eventos simples: o de Mesa Única e o de Ilhas de Finger Foods. Mas também é possível usar os estilos Coquetel, Bolo e Champanhe, Brunch (para eventos no final da manhã) ou mesmo contratar food trucks. O cardápio deve ser minimalista, reduzido, mas com personalidade. Definir um tema ajuda, como buffet praiano, cardápio regional, sazonal, étnico etc.

3. Decoração - A decoração também deve se adequar ao local e horário, mas para ser simples, ela precisa ser minimalista. Aqui, o estilo DIY (Faça Você Mesmo) é muito bem-vindo, desde que bem planejado. Aproveite ao máximo as belezas naturais que o local oferece e capriche nos detalhes. Evite maxiarranjos de flores ou peças muito grandes. Vale a regra “menos é mais”.

4. Local - E por falar em local, esse deve trazer, naturalmente, detalhes que possam ser aproveitados, dispensando ou minimizando o uso de elementos decorativos extras. Pode ser um lindo jardim, sob um gazebo ou pergolado, uma praia bem conservada ou uma igrejinha clássica.

5. Trajes - Claro que os trajes do casamento devem se adequar a detalhes como horário, local, clima e estilo. Mas quando se fala em simplicidade, os trajes também precisam evitar excesso de sofisticação e luxo. O vestido da noiva não precisa ser de uma grife famosa ou repleto de apliques, brilhos, armações e pedrarias. Opte por um modelo mais leve, “sequinho” e fluido. O traje pode ser alugado ou até mesmo herdado da mãe ou avó. O importante é que ele traduza o espírito da noiva e do momento. O noivo não precisa de fraque ou terno completo. Os homens podem, por exemplo, dispensar a gravata ou usar camisa de manga curta, suspensórios e gravatas borboleta. Uma flor de lapela irá garantir um charme especial.

6. Convidados - Muitas vezes o momento mais complicado é a definição da lista de convidados. Principalmente quando os noivos optam por um casamento simples, que pressupõe uma redução no número de pessoas. Pense em um número (30, 50...) e trabalhe por ele. Opte por quem faz e fará parte do círculo mais fechado de parentes e amigos do casal. Evite convidar somente por “obrigação”.

7. Convites - Se tem convidados, tem que ter convites! Dependendo da quantidade, você pode optar por fazer seus próprios convites, comprar convites de gráfica ou até mesmo usar convites virtuais. Só não esqueça de fazer um bom trabalho de RSVP, para reduzir ao mínimo a margem de erro.

8. Foto e Filmagem - Esse serviço é essencial e, sim, ele precisa ser feito por profissionais. Você pode até liberar o uso de celulares pelos convidados (desde que bem orientados), mas, quando tudo acabar, desejará que os melhores momentos tenham sido bem registrados, em fotos e vídeos, com boa qualidade de imagem e som. E isso, só um profissional pode garantir. Opte por uma equipe reduzida e analise bem os pacotes oferecidos.

9. Música - A trilha sonora da cerimônia e da festa pode ser garantida por um bom DJ ou por músicos profissionais (Poucos! Algo como “voz e violão”, dupla instrumental, etc.). Não esqueça de definir com antecedência a sua playlist. Cuidado com os improvisos! Se não quiser uma baladinha após o buffet, opte por música ambiente.

Guia de Casamento

© Todos os direitos reservados

Multicotação
Publicidade